Lucro, Valor Contábil e Dividendos na avaliação do Patrimônio Líquido

James A Ohlson

Resumo


A contabilidade atribui uma importante função integrativa a demonstração das mudacoes do patrimônio liquido. A demonstração inclui os itens mais importantes do balanço e da demonstração de resultado do exercício – o valor do patrimônio liquido e lucro – e sua forma de apresentação exige que a alteração no valor do patrimônio liquido seja igual ao lucro menos os dividendos (líquidos das contribuições para aumento de capital). Referimo-nos a essa relação como senda a “relação de lucro limpo” pois, da forma como foi articulada, todas as alterações nos ativos e passivos que não estejam relacionadas com os dividendos devem passar pela demonstração de resultado de exercício. A teoria da contabilidade adota geralmente esse esquema sem relacioná-lo a perspectiva do usuário dos dados contábeis. Contudo, a idéia fundamental de que estoques (líquidos) de valor são compatíveis com a criação e distribuição de valor levanta uma questão básica no contexto de avaliação do patrimônio liquido: é possível delinear uma teoria coesiva do valor de uma firma sustentada pela criação de lucro limpo, no intuito de se identificar um papel claro para cada uma das três variáveis, quais sejam: o lucro, o valor contábil do patrimônio liquido e os dividendos¿

Texto completo: PDF